sexta-feira, 29 de julho de 2011

COMBUS regressa a Oeiras e Paço de Arcos após chumbo da proposta de cancelamento de Isaltino de Morais




Após uma interrupção de cerca de um mês, os munícipes das freguesias de Oeiras e de Paço de Arcos voltam a ter disponível o serviço Oeiras Combus, agora com um percurso partilhado.
Para a reactivação da circulação desta carreira, de cariz social, a Câmara Municipal de Oeiras deliberou aprovar a reestruturação do serviço tendo como objectivo a optimização de recursos.
O Movimento de Isaltino chumbou a proposta do próprio Isaltino acerca da extinção do Combus na Assembleia Municipal começando assim os cães a amandar-se ao Osso Camarário, o Sr Isaltino não vai poder se recandidatar as comadres começam a morder nas jugulares do Patrão.

Para o efeito, foi tido em consideração o ciclo económico que vivemos, tendo em vista a racionalização da despesa do Município. A carreira Combus já voltou a circular nas duas freguesias desde o dia 18 de Julho, com indicadores de frequência de 60 em 60 minutos.

Relembre-se que a criação do serviço de transporte Combus (em 2008) teve por objectivo o incremento da mobilidade inter-freguesias, servindo essencialmente a população residente nas suas pequenas deslocações diárias, a custos muito reduzidos (0.50€/viagem) tendo, por isso, um vincado cariz social, numa lógica de redução do custo de transporte para aqueles munícipes que comprovem ter dificuldades económicas.

Ao longo dos anos, este serviço foi já alvo de reestruturação parcial dos percursos (nalgumas freguesias), objectivando uma melhoria do serviço disponibilizado às populações e o incremento da procura.

Tendo em conta o reduzido número de utilizadores nalgumas freguesias, onde não se verificou a procura esperada, o Executivo Camarário decidiu não proceder à renovação do Protocolo entre a CMO e o operador licenciado para Oeiras, a Vimeca, nas Freguesias de Barcarena, Caxias, Oeiras, Paço de Arcos, Porto Salvo e Queijas.

A reactivação deste serviço em Oeiras e Paço de Arcos teve em conta uma análise pormenorizada dos dados de procura, que mostram um aumento de utilizadores, particularmente nos Bairros da Medrosa, Joaquim Matias e na zona central de Oeiras, os quais se aproximam das freguesias de Algés, Carnaxide, Linda-a-Velha e Cruz Quebrada - Dafundo, onde o serviço se mantém.
o percurso que passa a servir as freguesias de Oeiras e Paço de Arcos está evidenciado esquematicamente no mapa em baixo, que contempla as zonas centrais e os respectivos Centros de Saúde. Optou-se ainda por reforçar o serviço no Bairro do Alto da Loba, uma vez que foi a zona que registou maior adesão da população.

Sem comentários:

Publicar um comentário