quarta-feira, 25 de abril de 2012

Estaleiro de apoio á construção da ponte Salazar na praia de Algés

estaleiro da
Morrison/Knudsen em Algés, pode ver-se por trás da placa um dos gigantescos caixões metalicos que irão servir para sustentar a ponte 


Só no ano de 1953 é que o Governo português cria uma Comissão com o objectivo de estudar e apresentar soluções sobre a questão do tráfego ferroviário e rodoviário entre Lisboa e a margem sul do Rio Tejo.

Finalmente, em 1958, os governantes portugueses decidem oficialmente a construção de uma ponte. No ano seguinte, é aberto um concurso público internacional, para que sejam apresentadas propostas para a construção. Após a apresentação de quatro propostas, o que aconteceu no ano de 1960, a obra é adjudicada à empresa norte-americana United States Steel Export Company, que, já em 1935, tinha apresentado um projecto para a sua construção.

A Ponte Salazar - 1966
video


A 5 de Novembro de 1962 iniciam-se os trabalhos de construção e é montado o estaleiro da Morrison/Knudsen em Algés. A partir da praia de Algés será canalizado quase todo o material que teve de ser deslocado por via marítima como por exemplo os gigantescos caixões metálicos que servirão de base á ponte, foi de facto um estaleiro importantíssimo para a construção dando assim Algés o seu contributo a uma das maiores obras de sempre efectuadas em Portugal.
Temos noticia de que este estaleiro esteve pelo menos 3 anos na praia de Algés.

Menos de quatro anos após o início destes, ou seja, passados 45 meses, a ponte sobre o Tejo é inaugurada (seis meses antes do prazo previsto), cerimónia que decorreu no dia 6 de Agosto de 1966, do lado de Almada, na presença das mais altas individualidades portuguesas, das quais se destacam o Presidente da República, Almirante Américo de Deus Rodrigues Tomás, o Presidente do Governo, António de Oliveira Salazar e o Cardeal Patriarca de Lisboa, D. Manuel Gonçalves Cerejeira, passando a ser chamada Ponte Salazar.

O seu custo rondou, preço à época da sua construção, o valor de dois milhões e duzentos mil contos, o que corresponde, sem ajustes à inflação, a perto de 11 milhões de euros.

1962 e 1966 Draga utilizada na construção da ponte Salazar, junto a Algés

1962 e 1966 Materiais destinados à construção da ponte Salazar

1962 e 1966 Materiais destinados à construção da ponte Salazar








1962 e 1966 Pontão destinado à construção da ponte Salazar

1962 e 1966 Pontão destinado à construção da ponte Salazar



1962 e 1966 Torre utilizada nos trabalhos para a construção da ponte Salazar1





2 comentários: